COLÔMBIA E BRASIL= PARCEIROS NO PROJETO EMBRAER KC-390


* Embraer e o Governo da Colômbia assinam carta de intenção


* Empresa espera ter a aeronave pronta até 2015

SÃO PAULO, 01 de setembro (Reuters) - A fabricante brasileira de aviões Embraer assinou uma carta de intenções com o governo colombiano na quarta-feira para ajudar a desenvolver um avião de transporte militar, em uma outra etapa que visa a diversificação do seu principal mercado, o de aeronaves regionais. 



"O governo colombiano, que desde 2002 renovou suas forças armadas como parte de um esforço para pôr fim a décadas de guerrilha, poderia requisitar até 12 aviões KC-390" - como o avião de carga é conhecido - disse a companhia em um comunicado . 


Como parte do acordo, a Embraer poderia construir uma fábrica de peças de avião no país andino. A Força aérea da Colômbia tem sido um cliente da Embraer há mais de duas décadas. 


O negócio é o terceiro em cerca de dois meses para a unidade de defesa da Embraer, depois de os governos brasileiro e chileno entraram em negociações. Os KC-390, que deverão operar mais cedo que o previsto, já em 2015, tem uma capacidade de carga de 23,6 toneladas. 


A EMBRAER, de São José dos Campos, é uma empresa baseada no Brasil e teve cerca de 13 por cento de sua receita no segundo trimestre oriunda do segmento de defesa e 61 por cento a partir de aviões comerciais.


Comentários