FAB - RESGATE – Esquadrão Pelicano simula atuação em locais de difícil acesso

FAB - RESGATE – Esquadrão Pelicano simula atuação em locais de difícil acesso

25/11/2011 - 11h19

RESGATE – Esquadrão Pelicano simula atuação em locais de difícil acesso

Militares da Força Aérea treinaram missões de busca e resgate em Rochedinho, a 40 km de Campo Grande (MS)

Situações de queda de aeronave e de resgate de feridos em áreas remotas foram vivenciados por militares do Esquadrão Pelicano (2°/10° GAV). Eles participaram de um exercício na zona rural do município de Rochedinho (MS), a 40 km de Campo Grande (MS). No treinamento, foi empregado um Helicóptero H-1H e uma aeronave C-105 Amazonas. Entre observadores SAR, pilotos, mecânicos de vôo, equipes de resgate e de apoio, 53 militares foram envolvidos na missão.

A simulação objetiva deixar os militares do esquadrão ainda mais operacionais para atuar em missões de busca e resgate. O exercício dos Pelicanos, realizado durante três dias, terminou nesta semana (22/11). Nele, foi incluído desde o acionamento para a missão até o resgate. Foram realizadas ações de lançamento de paraquedistas e de fardos com víveres e material médico, rapel a partir de helicóptero, içamento tipo situações (utilizando o guincho de resgate) e atendimento de primeiros socorros a várias pessoas simultaneamente.

Para ficar o mais próximo possível da realidade, foi montada uma estrutura que simulava a fuselagem de uma aeronave. Ela foi colocada em uma área com diversos obstáculos naturais, como árvores, pedras, terra e desnível no terreno. Dentro da estrutura, pessoas simulavam ser vítimas do acidente e aguardavam por socorro.

Para cada uma das ações realizadas, havia um limite de tempo necessário para o cumprimento. Ao final os militares do 2°/10° GAv conseguiram executar todas as etapas como havia sido previsto no planejamento.

Comentários