RustCon apresenta o SIMOC Semana Nacional das Comunicações



Semana Nacional das Comunicações do Centro de Comunicações e Guerra Eletrônica do Exército (CCOMGEX)


RustCon apresenta o Simulador de Operações de Guerra Cibernética (SIMOC)

Simulador, desenvolvido com tecnologia 100% nacional, vem sendo usado no treinamento de tropas brasileiras contra possíveis ataques cibernéticos
A RustCon, empresa brasileira de consultoria em engenharia voltada para o desenvolvimento de sistemas de TI e gestão de projetos de alta complexidade, participou da Semana Nacional das Comunicações, promovida pelo Centro de Comunicações e Guerra Eletrônica do Exército (CCOMGEX). Durante o evento, realizado de 5 a 7 de maio, a empresa apresentou, em seu estande, o Simulador de Operações de Guerra Cibernética (SIMOC) e o Simulador Construtivo Combater. Certificada recentemente pelo Ministério da Defesa como Empresa Estratégica de Defesa (EED), a RustCon é destaque por desenvolver soluções com tecnologia 100% nacional e voltadas para treinar e simular situações virtuais para as tropas.
Operando com uma solução pioneira de uso dual, o SIMOC integra ativos de redes virtuais e componentes reais. Voltado para simular situações contra possíveis ataques cibernéticos, o sistema permite o acompanhamento e a avaliação de todas as atividades executadas pelo aluno em tempo real, otimizando o resultado dos treinamentos. O software disponibiliza suporte para especialização de recursos humanos em análises de vulnerabilidades de redes, permitindo a execução de ações em ambiente controlado, de proteção cibernética e defesa ativa, além do treinamento baseado em cenários reais de catástrofes e comprometimentos de infraestruturas críticas nacionais.
Já o Combater atua como um Sistema de Simulação Construtiva para treinar comandantes e Estados Maiores nos escalões Batalhão, Brigada, Divisão de Exército e Força Terrestre Componente para aplicações em cenários simulados de Defesa Externa e Segurança Integrada no Território Nacional Brasileiro. A RustCon, atuando como integradora, gerencia e adequa o simulador para as doutrinas militares do Exército Brasileiro.
Com o sistema, são simuladas situações de combate, apoio ao combate e de não guerra, nos níveis Subunidade (companhia, esquadrão e bateria) e Unidade (batalhão, regimento e grupo de artilharia), que permita a adaptação do sistema de acordo com a doutrina militar do Exército brasileiro. O software proporciona visualização de situações complexas envolvendo comportamento humano coletivo tais como guerrilha, operações humanitárias e controle de multidão.

Comentários