Azul Linhas Aéreas pede autorização para ajustar suas operações no Aeroporto de São Paulo – Congonhas

Foto: Roberto Caiafa



São Paulo, 19 de dezembro de 2011 – A Azul Linhas Aéreas Brasileiras pediu autorização à Agência Nacional de Aviação Civil – Anac – para alteração de sua operação aos sábados no Aeroporto de São Paulo – Congonhas para atender um novo destino: Campinas.

Se aprovada, a capital paulista ganhará uma frequência aos sábados para cidade campineira com início dos voos previsto para quatro de fevereiro de 2012. Com a operação, a companhia deixará de atender o mercado Porto Seguro via o aeroporto paulista.

Confira os horários dos voos:

Origem
Saída
Destino
Chegada
Campinas
14h00
Congonhas
14h32
Congonhas
14h58
Campinas
15h24

As operações estão previstas para serem realizadas com os modernos turboélices ATR 72-600.

O Cliente tem à disposição conexões para 36 cidades em Viracopos, em Campinas (SP), como: Rio de Janeiro, Porto Alegre, Curitiba, Florianópolis, São José do Rio Preto, Presidente Prudente, Vitória, Belo Horizonte, Brasília, Campo Grande, Cuiabá, dentre outros.  

Sobre a Azul
Com quase três anos de operações, a Azul Linhas Aéreas Brasileiras conecta 42 destinos - 41 cidades, com mais de 350 voos diários. Somando-se às oito linhas de ônibus, são 47 cidades brasileiras conectadas pela companhia. A Azul já ultrapassou a marca de mais 13 milhões de clientes transportados desde sua fundação. Atualmente opera uma frota de 34 jatos modelo 190 e 195 da Embraer e 8 ATR 72-200 e 1 ATR 72-600. O papel da empresa é estimular o tráfego aéreo e dinamizar a economia brasileira por meio de uma equação tão simples de entender quanto difícil de imitar: preços baixos com alta qualidade de serviços. O sucesso da companhia é atestado pelos prêmios “Melhor Empresa Aérea do Brasil” pela revista Viagem e Turismo e revista Avião Revue, “One of the 30 World’s Hottest Brands” pela Advertising Age de Nova York, eleita a melhor companhia aérea low-cost da América Latina pela Skytrax World Airline Awards – premiação reconhecida como referencial de excelência no setor aéreo e “One of the world´s 50 most innovative companies” pela revista Fast Company.