Modernização dos F-5E da FAB (ex-Jordânia)


Primeiro exemplar será entregue em setembro
 
Ivan Plavetz
24/4/2014

Elemento de caças F-5EM do 1º/14º GAv em voo, armados com bombas de emprego geral do tipo MK.82 (Foto: Agência Força Aérea)

Modernização dos F-5 da Força Aérea Brasileira

Segundo o presidente da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC), brigadeiro-do-ar José Augusto Crepaldi Afonso, o primeiro avião de combate F-5M ex-Jordânia a ser modernizado será entregue em setembro próximo. Crepaldi confirmou que os 11 aparelhos (oito monoplaces e três biplaces) passarão pelo processo de revisão e reforço estrutural no Parque de Material Aeronáutico de São Paulo (PAMA-SP) antes de serem enviados a linha de produção da Embraer Defesa e Segurança (EDS) localizada no município paulista de Gavião Peixoto.
Todos os 11 F-5E/F comprados da Jordânia passarão pelo programa de modernização, totalizando assim 57 unidades distribuídas por quatro unidades operacionais (Foto:Ivan Plavetz)
Faz parte do escopo da modernização a integração do radar Grifo da Selex Galileo, a instalação de mostradores digitais multifuncionais coloridos (MFCD) e um novo HUD holográfico, uma moderna suíte eletrônica de autodefesa (ECM), computadores de missão de alta capacidade redundantes e sistema OBOGS (geração de oxigênio a bordo).
A Força Aérea Brasileira conta atualmente com 46 F-5M distribuídos ao 1º GAvCa baseado no Rio de Janeiro (RJ), 1º/4º GAv de Manaus (AM), 1º/14º GAv de Canoas (RS) e 1º GDA, Anápolis Goiás (em sistema de rodízio entre as outras três unidades operadoras do tipo).  O último aparelho dessa frota saiu de Gavião Peixoto em março de 2013, sendo entregue para o 1ºGAVCa.
Antes de serem enviados para a Embraer Defesa e Segurança, os exemplares  comprados da Jordânia estão passando por um completo processo de revitalização, incluindo minuciosa inspeção estrutural (Foto:Ivan Plavetz)

Comentários